quarta-feira, 2 de julho de 2014

Minha horta


Meu marido e eu adoramos cozinhar. E aqui eu sentia muita falta de temperos frescos, pois no mercado eles custam pela hora da morte. Um potinho com umas 20 folhas de manjericão custam na faixa dos $5. Acho um absurdo. Então no começo da primavera resolvemos fazer nosso herbal garden.

No começo plantamos hortelã, manjericão, manjericão roxo, cebolinha, coentro, tomilho e rúcula. Também plantamos capim cidreira, que eu amo fazer chá e suco, mas esqueci de postar a foto.

Quando ainda morávamos no apartamento

A rúcula, o coentro e a salsinha não deram certo. Não sei porque as folhas começaram a amarelas e não cresceram muito. Então substituímos por mais manjericão que aqui nunca eh demais, hortelã e menta. Também adicionamos dois tipos de tomate.

Temos 4 potes com manjericão, 2 com hortelã, 1 com menta, 2 tomates e 1 capim santo.

Tomate com já com frutos

Capim limão, a gente plantou a partir de um broto que compramos numa loja de produtos asiáticos.

A outra planta de tomates, esses já estão vermelhinhos.
Nos plantamos assim que a primavera começou, nem acredito com cresceram e tao rápido... Estou bem feliz com o resultado :)


terça-feira, 1 de julho de 2014

2.9

       

          Hoje eh o meu aniversario. O ultimo ano dos meus vinte e poucos anos. Esses dias tenho estado meio nostálgica, sabe que isso nunca aconteceu comigo perto do meu aniversario? Sempre penso em coisas assim perto do Ano Novo, mas não do niver.  Tanta coisa tem se passado pela minha cabeça. Ando pensando nas escolhas que fiz, em como nossa vida não se ajeita sozinha. Nos conselhos que as pessoas nos dão, do tipo, aproveita porque a vida passa tao rápido. E eh a pura realidade. Parece ontem que eu tinha 15 anos. E hoje já estou aqui beirando os 30. Penso que algumas pessoas acham que nossa vida eh um mar de rosas, por morarmos no exterior. Mas somente nos sabemos o que se passa aqui dentro quando estamos sozinhas e longe de nossas famílias. Esse ano eu realmente estou sozinha, meu marido teve que viajar a trabalho e minha família esta no Brasil. Claro que os verei logo, vou ao Brasil dia 20/07, mas não eh a mesma coisa.
          Sera que sou soh eu ou os aniversários perdem a cor ao longo dos anos?? No começo dos meus 20, eu adorava festas, comemorei todos os meus aniversários na casa dos 20. Esse ano não estou com a minima vontade. Talvez eu esteja meio down porque estou aqui sozinha, ou talvez não. Penso na minha família que deixei no Brasil, e minha escolha de morar nos EUA. Parece que nunca fica mais fácil, com vocês também eh assim? Sera que quando os filhos chegarem isso melhora??

          Feliz aniversario pra mim, yayyyyyyyy!!!!
       

quinta-feira, 26 de junho de 2014

Das vantagens de se morar numa cidade pequena

Hattiesburg tem aproximadamente 47.169 habitantes. Eu sempre morei em Barueri-SP que tem 252.748 habitantes. Minha vida a partir dos 16 anos sempre estudei e trabalhei em SP que tem cerca de 19 milhoes, considerando a grande SP.

Morar numa cidade pequena, eh relativamente novo pra mim. Sinto falta de se ter o que fazer, lugares pra visitar, de ver diferente pessoas, e mais um montao de coisas. Uma das coisas da qual nao sinto falta eh do transito e de quanto tempo eu gastava me locomovendo para ir aos lugares. Uma delas era pra faculdade. Eu gastava no minimo 1 hora pra ir e 1 hora pra voltar. Isso utilizando o transporte publico, imagine se fosse de carro. Agora eu praticamente soh preciso atravessar a rua.
Sinto falta da cidade grande por diversos motivos. Se um dia eu voltar a morar em uma, como quero, vou sentir falta das coisas serem perto. Acho que nunca estamos felizes com nada, rs.

Vista do meu jardim da frente
Eu ando 3 minutos pra ir para a aula. Minha casa fica a 2 quadras da faculdade. Eu soh preciso atravessar a rua. Os prédios ao fundo são os prédios de musica, na qual faco a maioria das minhas aulas. Nunca tive essa experiencia na minha vida e estou adorando.

Beijos

terça-feira, 24 de junho de 2014

Livros que estou lendo

Verao eh uma epoca muito boa. Estou de ferias da faculdade, tenho mais tempo pra fazer as coisas que eu gosto, sem tanta cobranca. Uma delas eh ler. Quando eu morava em Sao Paulo, eu lia muitos livros. Um facilitador era o transporte publico. Ja cheguei a ler 7 livros em 1 mes. Morando aqui a vida eh outra. Quando estou em aulas, nao tenho tempo para ler os livros que eu gosto, somente os livros escolares.

Nao consigo ler um livro soh. No momento estou lendo 5 livros e todos ao mesmo tempo. Assim nao fico enjoada, hahahah... Hoje postei uma fotinho no meu instagram. Minha comoda "nova" com meus cinco livros do momento. Como disse meu irmao: The books are on the table, in this case it is on the night stand :)



E voce, o que esta lendo??

Beijos

segunda-feira, 23 de junho de 2014

Renovando os moveis

Oieee,

Nao tenho paciencia pra assitir o jogo de futebol inteiro. Entao resolvi escrever meu post de hoje enquanto assisto ao jogo.

Meu marido tinha uma comoda de quando ele era solteiro. Eu nao queria me livrar dela, poque a gente ainda usa, mas eu odiava a cor e estava bem velhinha. Encontrei umas tintas perdidas por aqui e logo me animei :) Adoro pintar moveis e renovar a casa. Da uma outra cara pro ambiente.

Nao lembrei de tirar foto da comoda inteira, mas lembrei de tirar foto de uma das gavetas. A comoda inteira era nesse tom de azul.



Achei uma tinta soft white que eh um , um azul royal, vermelho, amarelo, branco e preto. Misturei as cores ate achar o tom que eu queria de um azul acinzentado. Primeiro pintei com a tinta branca, pra fazer a base. Depois passei o tom azul acinzentado, fazendo uma patina leve.

Aqui da pra ver a direcao que fiz a patina.
Na foto nao da pra perceber o efeito patina.
Aqui voce pode ver como a patina ficou bem de leve, como eu queria.
Resultado final
Nao gostei do tom azul das gavetas. Fiz essa mistura porque queria um tom contrastante, mas nao eh exatamente o que eu queria. Na verdade eu queria colocar um tecido, mas nenhum dos que eu tinha em casa me agradaram. Eu gostei muito da cor do corpo da comoda. Por enquanto, vou coloca-la no quarto. Assim que eu mudar as gavetas eu posto o resultado final :)

Beijos

quinta-feira, 5 de junho de 2014

Homeschooling

Ola,

Eu sei que estou ha muito tempo sem postar. Sinto falta e estou em debito com voces. Confesso que leio os posts, mas nao tenho tempo de comentar. Preciso entrar na rotina de postar pelo menos mensalmente   . Neste verao chegaram as ferias pra mim (ehhhhhhh), mas tivemos que mudar para uma casa. Eh otimo, temos mais espaco, mas ainda tenho muito trabalho a fazer. O que me traz a postar hoje eh um assunto que o marido e eu conversamos aqui e acola: Homeschooling ou ensino domestico. Ainda nao temos filhos, mas sempre conversamos sobre nossos planos para educa-los.

Homeschooling eh o ensino domestico, onde voce ensina a crianca em casa. Quem ensina sao geralmente os pais, e tambem pode-se contratar professores. Esse tipo de ensino eh ilegal no Brasil, onde por lei, voce eh obrigado a matricular os filhos na escola a partir dos quatro anos de idade.  Porem eh legalizado em paises como Estados Unidos, Austria, Belgica, Canada, Australia, Franca, Noruega, Portugal, Russia, Italia, Australia e Nova Zelandia. Ha diversos pros e contras.

Pros:
  • perigos do ambiente escolar (aliciamento para o consumo de drogas, abusos sexuais, bullying etc)
  • proteção contra desrespeito a valores morais, culturais, religiosos ou ideológicos;
  • flexibilidade na aplicação do conteúdo currícular;
  • possibilidade de experimentar modelos educativos alternativos, tais como o ensino adaptado ao      desenvolvimento particular da criança;
  • flexibilidade de horários;
  • mobilidade geográfica dos pais.

Contras:
  • falta de socialização com crianças da mesma idade;
  • limitação da aquisição de conhecimentos e da cosmovisão do educando aos conhecimentos e cosmovisão do tutor;
  • confusão do papel de pai-professor.
  • carencia do conhecimento coletivo.
Meu marido teve este tipo de ensino, na verdade foi mesclado, ele estudou em escola particular, estudou a maior parte em escola publica, mas tambem teve o ensino domestico por dois anos. A mae foi sua professora. Ele tem boas memorias sobre este periodo e eh totalmente a favor de homeschooling nossos filhos. Ele nunca teve problema de limitacao de conhecimento, confusao do pai-professor, mas ele teve um pouco de problema com socializacao. Quando comecamos a conversar sobre o assunto eu era totalmente contra. Por desconhecer sobre o assunto, por achar que eu nao seria capaz (porque nunca tive essa experiencia), entre outros fatores. Mas apos pesquisar sobre o assunto, eu estou mudando meu conceito. Hoje assisti um video no TEDx, sobre Logan LaPlante - Hackschooling, achei este video com legendas atraves do site Awebic. Logan eh um garoto de 13 anos que mora na California e eh home-schooled desde os 9 anos. Ele defende o Hackschooling, um termo que ele mesmo criou para denominar seu ensino. Se voces quiserem saber mais eu encorajo voces a assistirem o video.

Gostaria de saber o que voces pensam sobre o assunto. Deixem seu comentario a respeito.

Beijos,

Fernanda



Fontes:



quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Big News!!!!!



I am married. OMG, I know. 

Estou bem atrasada pra contar aqui no blog, pois me casei em Janeiro de 2013. Foi inesperado, e aposto que voces nem imaginaram que o meu sumico tinha a ver com algo assim.
Agora vou comecar o burocratico processo do USCIS, alguma dica??? Voces sabem de alguem que tem posts explicando sobre o processo??

I know, I know, eu sumi. Me desculpem, mas aconteceram muiiiiitas coisas na minha vida. E nao abandonei minhas queridas amigas blogueiras. Eu estava sempre acompanhando os posts. Nem sempre tive tempo de comentar, mas eu estava sempre lendo.

Oh well, nem sei por onde comecar, faz quase um ano que nao posto. Passei pela fase do branco, I mean, com tanta coisa acontecendo eu nao tinha vontade e nao queria escrever. Mas estou de volta. Estava com saudades de escrever. A coisa boa eh que agora tenho muitos assuntos pra colocar em dia.

Aos poucos vou contando um pouco o que aconteceu com minha vida neste meio tempo. O importante eh que estou de volta.

Beijos

Fernanda